1 de outubro de 2014
Full English breakfast no quarto, com a Tower Bridge como companhia. Dá pra dizer que é mesmo só no Shangri-La London...

Full English breakfast no quarto, com a Tower Bridge como companhia. Dá pra dizer que é mesmo só no Shangri-La London…

Trabalhando da cama do meu quarto no Shangri-la com Londres iluminada ao fundo...

Trabalhando da cama do meu quarto no Shangri-la com Londres iluminada ao fundo…

Um foi inaugurado em junho deste ano no mais alto e moderno prédio de Londres, inteiramente envidraçado e com visão 360 graus da cidade. O outro abriu as portas em 1837, em Mayfair, e já hospedou Alexander Graham Bell (que fez a primeira chamada telefônica dali), Theodore Roosevelt, Oscar Wilde, Arthur Conan Doyle e Agatha Christie.

Sala da minha suíte no Brown's: linda, confortável, bem decorada e com uma lareira pra chamar de minha

Sala da minha suíte no Brown’s: linda, confortável, bem decorada e com uma lareira pra chamar de minha

Salmão assado com picles artesanal de pepino no almoço executivo do Hix, no hotel Brown's

Salmão assado com picles artesanal de pepino no almoço executivo do Hix, no hotel Brown’s

Um é completamente tecnológico, com cortinas controladas eletronicamente, vaso sanitário aquecido e com jato d’água morna, televisão que recebe o hóspede todas as vezes em que entra no quarto. O outro é clássico, com porteiros elegantíssimos, talheres de prata, quartos tão grandes e bem decorados quanto apartamentos estampados em revistas de arquitetura.

Excelente risoto de chourizo e páprica defumada no Ting, restaurante do Shangri-La London

Excelente risoto de chourizo e páprica defumada no Ting, restaurante do Shangri-La London

Dorset Snails com creme de couve flor  e bacon artesanal no Hix, restaurante do Brown's Hotel

Dorset Snails com creme de couve flor e bacon artesanal no Hix, restaurante do Brown’s Hotel

Ambos tem serviço macio e atencioso, daqueles que nos faz sentir absolutamente mimados. Ambos possuem excelentes restaurantes. E ambos – Shangri-La e Brown’s – são desbundantes.

Ficar em hotéis assim, nem que seja por uma noite, é o tipo de experiência que vale todos os centavos. Porque, óbvio, barato não é… o valor médio das suítes é de 650 libras.

Vieiras perfeitas, gordas, adocicadas; creme de milho apimentado e stonecrap no HIX, restaurante do Brown's Hotel.

Vieiras perfeitas, gordas, adocicadas; creme de milho apimentado e stonecrap no HIX, restaurante do Brown’s Hotel.

Couvert do restaurante Ting, no Shangri-La London

Couvert do restaurante Ting, no Shangri-La London

Economize, realoque a grana, fique menos dias na cidade, mas dê-se de presente lembranças como curtir o chá da tarde no Shangri-la, servido em louça chinesa e entregue no quarto em estojo térmico de couro, olhando a tarde cair detrás da London Bridge. Ou partir com os dedos o impecável scone assado na hora no chá da tarde do Brown’s, o mais tradicional de Londres, enquanto ouve bossa nova tocada no piano e beberica champanhe.

Detalhe da suíte em que me hospedei no Brown's Hotel

Detalhe da suíte em que me hospedei no Brown’s Hotel

Hospedar-se em hotéis de luxo é viver imerso numa realidade paralela por alguns dias. Num universo onde todos são bem educados e solícitos, onde tudo é impecavelmente limpo, eficiente e silencioso. É um mergulho ininterrupto em sedosos lençóis de algodão egípcio.
E o quiser, a não ser UAU, dessa banheira com vista para Londres? Ah, sim, o IPAD da foto é do quarto e tem acesso liberado a internet.

E o quiser, a não ser UAU, dessa banheira com vista para Londres? Ah, sim, o IPAD da foto é do quarto e tem acesso liberado a internet.

Mesmo estando acostumada a viajar, fiquei boquiaberta com o visual da recepção do Shangri-La, no 32. andar do The Shard, o mais novo ícone do skyline de Londres. E como é boa essa sensação de “apaspalhamento”!  O The Shard reúne escritórios e restaurantes (do primeiro ao 31 andar), o hotel (do 32 ao 52), apartamentos e o The View, deck de observação mais disputado do país – funciona junto com um champanhe bar – no 70 andar. Bem impactante, diria eu.

Serviço elegante do chá da tarde do Brown's

Serviço elegante do chá da tarde do Brown’s

Doces artesanais do chá da tarde mais tradicional de Londres, no Brown's

Doces artesanais do chá da tarde mais tradicional de Londres, no Brown’s

Por essas e outras que, pra mim, viajar é a melhor coisa da vida. Pelo menos entre aquelas que o dinheiro pode comprar. E o que eu trago dela ninguém rouba, apaga ou quebra.

Viajar é construir memórias eternas.