14 de outubro de 2016

image_5A Arca do Gosto é um catálogo mundial do movimento Slow Food para localizar, descrever, divulgar e proteger produtos ameaçados de extinção, mas que se encontram ainda vivos, com potencial produtivo e comercial. A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e verduras, reúne hoje mais de 2000 ingredientes de diversos países, sendo quase 50 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como o pinhão, aos menos, caso do babaçu e do caranguejo aratu.

Para estimular o consumo destes ingredientes ameaçados de desaparecimento, o Slow Food Brasil promove – entre 20 de outubro e 6 de novembro – a segunda edição do Festival Arca do Gosto, em São Paulo, com jantares, aulas, cafés da manhã e oficinas. Desta vez o destaque vai para os produtos do Sudeste.
Café da Manhã com itens de produtores: no Quitandoca, parte do Festival Arca do Gosto

Café da Manhã com itens de pequenos produtores: no Quitandoca, parte do Festival Arca do Gosto

Este ano embarcam no projeto chefs como Bel Coelho, com uma edição especial do Canto da Bel, que servirá Manjuba com ponzu de uvaia (R$15), entre outros pratos a preços acessíveis.
O barman Jean Ponce, à frente do Guarita, realiza ao lado de Douglas Bello, do Sítio do Bello, uma aula de caipirinhas com frutas nativas.
Bruno Cabral, da Mercearia Mestre Queijeiro, conduz degustação de queijos da Arca do Gosto, como o Serra do Salitre, junto com Marcelo de Podestá, do Slow Food.
Os chefs Marcelo Bastos e Fábio Vieira preparam jantar-degustação no Jiquitaia com diversos produtos da lista no Jiquitaia, como as Ostras da Cananéia.
As chefs Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, à frente do Restauro, restaurante-instalação que é parte da Bienal, participam com um prato a cada dia com um ingrediente diferente.
Claudia Mattos e Virginia Pinto Coelho participam com uma aula dedicada especialmente para crianças, seguida de piquenique no Espaço Zym.

Um dos ingredientes protegidos pela Arca do Gosto: taioba ou taiá branco. A taiá (Xanthosoma sagittifolium), da família Araceae, possui em torno de 100 gêneros e 1.500 espécies, distribuídas em diversas regiões do planeta, principalmente nos trópicos, em ambientes úmidos e sombreados. Os produtores identificaram cinco espécies de taiá, sendo duas as mais conhecidas e usadas: taiá roxo e taiá branco conhecido, também, como Taioba. O taiá branco é considerado o melhor, pois possui maior teor de umidade.

Um dos ingredientes protegidos pela Arca do Gosto: taioba ou taiá branco. A taiá (Xanthosoma sagittifolium), da família Araceae, possui em torno de 100 gêneros e 1.500 espécies, distribuídas em diversas regiões do planeta, principalmente nos trópicos, em ambientes úmidos e sombreados. Os produtores identificaram cinco espécies de taiá, sendo duas as mais conhecidas e usadas: taiá roxo e taiá branco conhecido, também, como Taioba. O taiá branco é considerado o melhor, pois possui maior teor de umidade.

Checho Gonzales, da Comedoria Gonzales, retoma o Laboratório Gonzales com o produtor de ostra da Cananéia Guará Vermelho.
As chefs Ana Soares e Mara Salles promovem Pop Up em homenagem ao palmito juçara na Mesa III Rotisseria.
Marc Le Dantec e Milton Yamamoto, do Figo, preparam menu-degustação especial, assim como a chef Flávia Marioto, na Mercearia do Conde. A chef também propõe uma aula de yoga seguida de café da manhã, no Condessa. E o café da manhã foi a mesma atividade proposta por Gabriela Mattos, da Quitandoca.

Os ingressos podem ser comprados pelo FoodPass
Jaracatiá é o nome popular dado a diferentes espécies de árvores do gênero Jacaratia, também conhecido como Mamoeiro-bravo, Mamoeiro-do-mato, Mamãozinho e mamão de veado. Em Tupi-Guarani “Yaca rati a” que significa “individuo de fruto cheiroso” devido ao seu perfume intenso. No Brasil, destaca-se a ocorrência das espécies Jacaratia spinosa e Jacaratia corumbensis, cujos frutos e troncos são, respectivamente, utilizados para a confecção de doces. É no estado de São Paulo (SP), entretanto, que o uso alimentar do Jaracatiá se dá de forma mais significativa. No município de São Pedro, entre as matas da Serra do Itaqueri e o vale do Rio Piracicaba,

Também protegido pela Arca do Gosto é o Jaracatiá, nome popular dado a diferentes espécies de árvores do gênero Jacaratia, também conhecido como Mamoeiro-bravo, Mamoeiro-do-mato, Mamãozinho e mamão de veado. Os frutos e troncos são, respectivamente, utilizados para a confecção de doces. É no estado de São Paulo (SP), entretanto, que o uso alimentar do Jaracatiá se dá de forma mais significativa.

Ao adotar os ingredientes da Arca, os chefs de cozinha estão contribuindo para a permanência de agricultores e produtores em suas terras, além da salvaguarda da vida e conhecimento daqueles que se ocupam de cuidar e preservar diariamente nossa biodiversidade.

Sobremesa da chef Bel Coelho para o Festival Arca do Gosto:

Sobremesa da chef Bel Coelho para o Festival Arca do Gosto

Confira a programação completa do Festival
  • 20 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, araçá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 21 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 22 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Maria Capai | Aula-jantar Sabores Caiçaras Ubatuba com urucum, ora-pro-nóbis, jabuticaba, cambuci e juçara (Entre 19h e 22h30)
  • 23 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Claudia Mattos, do Espaço Zym, e Claudia Mattos e Virginia Pinto Coelho | Aula, jantar e piquenique para crianças com as frutas jaracatiá, uvaia, cambuci, grumixama, jabuticaba
  • 24 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 25 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Jean Ponce, do Guarita | Aula de caipirinhas com frutas brasileiras com Douglas, do Sítio do Bello (Às 19h30)
  • 26 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 27 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Flávia Mariotto, da Mercearia do Conde | Jantar de seis etapas com o ostra de cananeia, batata roxa, pitanga, ora-pro-nóbis, goiabada cascão (Às 20h)
  • 28 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Helô Bacellar, do Lá da Venda, com o Instituto Auá | Encontros com Helô com cambuci, pitanga e outras frutas nativas
    – Ana Tomazoni | Oficina Mão na Massa de Comida de Botequim com alimentos como cambuci, batata doce roxa, goiabada cascão e pitanga. (Entre 19h e 22h)
    – Bruno Cabral e Marcelo de Podestá | Degustação de queijos no Mestre Queijeiro com parmesão da Mantiqueira, queijo Araxá, queijo serra do salitre ou alto Paranaíba, queijo canastra artesanal e queijo serro
  • 29 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 30 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
  • 31 de outubro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Marcelo Bastos, do Jiquitaia, e Fábio Vieira | Jantar com menu-degustação com ostra da cananeia, palmito juçara, porquinho, sardinha seca e defumada (A partir das 19h30)
  • 1º de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com ora-pro-nóbis
  • 2 de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com araticum
  • 3 de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com jaracatiá
  • 4 de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com jatobá
  • 5 de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Bel Coelho, do Clandestino | Canto da Bel
    – Claudia Mattos, do Espaço Zym | Aula, jantar e piquenique para crianças com as frutas jaracatiá, uvaia, cambuci, grumixama, jabuticaba
    – Checho Gonzales, da Comedoria Gonzales | Laboratório Gonzales com produtor de ostra da Cananéia
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com café de inhame
  • 6 de novembro
    – Morena Leite, do Capim Santo | Menu especial com queijo araxá, aracá vermelho, urucum
    – Carla Pernambuco, do Carlota | Menu especial com vários ingredientes da Arca
    – Gabriela Mattos, do Quitandoca | Café da manhã com vários ingredientes da Arca
    – Flávia Mariotto, da Mercearia do Conde | Café da manhã com Ioga, no Condessa Bistrô, com taioba, queijo serro e pitanga
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa, do Restauro | Prato do dia com grumixamas
    – Neka Menna Barreto, Fabiana Sanches e Daniela Lisboa | Oficina de Cozinha Criativa com ingredientes da Zona da Mata no Instituto Goethe (Entre 9h e 14h)