5 de outubro de 2015
Prato do Festival Arca do Gosto: Gnocchi de batata com queijo parmesão da Mantiqueira (R$ 58) do Brace Bar & Griglia

Prato do Festival Arca do Gosto: Gnocchi de batata com queijo parmesão da Mantiqueira (R$ 58) do Brace Bar & Griglia

A Arca do Gosto é um catálogo mundial do movimento Slow Food para localizar, descrever, divulgar e proteger produtos ameaçados de extinção, mas que se encontram ainda vivos, com potencial produtivo e comercial. A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e verduras, reúne hoje mais de 2000 ingredientes de diversos países, sendo quase 50 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como o pinhão, aos menos, caso do babaçu e do caranguejo aratu.

Brownie salgado de farinha babaçu e taioba (R$ 38) do Espaço Zym

Brownie salgado de farinha babaçu e taioba (R$ 38) do Espaço Zym

Para estimular o consumo destes ingredientes ameaçados de desaparecimento, o Slow Food Brasil promove – entre os dias 8 e 18 de outubro – a primeira edição do Festival Arca do Gosto, em São Paulo.
Peixe do dia grelhado com crosta de baru, purê de banana-da-terra e vinagrete de laranja-lima (R$ 79) do Brasil a Gosto

Peixe do dia grelhado com crosta de baru, purê de banana-da-terra e vinagrete de laranja-lima (R$ 79) do Brasil a Gosto

Participam do festival os restaurantes:

  • Brasil a Gosto, com a Castanha de Baru: Peixe do dia grelhado com crosta de baru, purê de banana-da-terra e vinagrete de laranja-lima (R$ 79)
  • Capim Santo, com o Aratu: Mil folhas de tapioca com aratu (R$ 36)
  • Dalva e Dito, utilizando o Umbu: Coco, umbu e rapadura (R$ 27)
  • Epice, com o Néctar de Abelhas Nativas: Compota de pera, burrata de búfala, tomilho limão, mel de uruçu (R$ 35)
  • Espaço Zym, com o Babaçu: Brownie salgado de babaçu e taioba (R$ 38),
  • Brace Bar & Griglia, representando o Parmesão da Mantiqueira: Gnocchi de batata com queijo parmesão da Mantiqueira (R$ 58)
  • Esquina Mocotó, com o Pirarucu: Pirarucu, cozido de feijão caupi, milho verde e paio (R$ 49),
  • Jiquitaia, com o Arroz vermelho: Arroz vermelho com abóbora e camarão (R$ 45)
  • Lá da Venda, com o Queijo da Serra da Canastra: Bombocado de queijo da Canastra e mandioca (R$ 8)
  • Maní, com a Araruta: Nhoques de Mandioquinha e Araruta com “dashi” de tucupi (R$ 45
  • Micaela, representando o Piracuí: Torta salgada de piracuí com salada de mini folhas picantes (R$ 30)
  • Tête à Tête, com Ostra da Cananéia: Ostras ao gim-tônica, Cevichada de Ostras, Tempurá de ostras e shissô, Gratinadas ao Sabayon de Champanhe (R$ 35)
  • Tordesilhas, com o Pequi: Polvo, feijão de corda com pequi, legumes e farofa d’água no azeite de pequi produzido pelos índios da nação Kisêdjê do Xingu (R$ 65)
  •  Tuju, com o Cambuci: Sardinha, Cambuci e pimenta de cheiro

Ao adotar os ingredientes da Arca, os chefs de cozinha estão contribuindo para a permanência de agricultores e produtores em suas terras, além da salvaguarda da vida e conhecimento daqueles que se ocupam de cuidar e preservar diariamente nossa biodiversidade.

Saiba mais sobre os ingredientes brasileiros da Arca do Gosto que participam do Festival clicando AQUI