27 de julho de 2017

Ótimo frango orgânico salteado na wok com shoyu e legumes do Maniva

O termo ‘sustentabilidade’ é o novo ‘gourmet’: todo mundo usa e pouca gente sabe o que realmente significa. Para esclarecer: comida sustentável é aquela que leva ingredientes produzidos de maneira a impactar minimamente os recursos humanos e naturais, prezando pelo bem estar do solo, da água, dos trabalhadores e dos animais. Pode chamar também de comida com ética. E é comida com ética que serve o pequeno Maniva, com cerca de meio ano de existência.

Coxinha do Maniva: frango orgânico e massa de batata doce

O Maniva tem cardápio conciso, composto por pratos reconfortantes no melhor estilo “comida de casa”. Apesar de não ser vegano, o restaurante usa poucos insumos de origem animal. Quando usa, são orgânicos e/ou sustentáveis, caso da carne bovina e frangos da Korin, cujas reportagens a respeito você pode ler AQUI e AQUI. Esse papo todo de sustentabilidade é bonitinho mas o que te interessa mesmo é o sabor? Vai muito bem, obrigada.

Apenas viciada por completo nessa puta delícia feita com água, gengibre, mel e vinagre de maçã. Potente, picante no fundo da garganta (por conta do gengibre), refrescante.

De segunda à sexta, das 12h às 15hs, o Maniva serve almoço executivo com opções que incluem a gostosa moqueca de pupunha (cozida no ponto, ainda crocante) acompanhada por arroz cateto integral e farofa de banana (R$ 28), frango orgânico grelhado ao molho de caju e cuscuz de painço (R$ 35) e escondidinho de mandioca – que está mais para creme – com ragu de cogumelos (R$ 33).

Moqueca de pupunha (cozida no ponto, ainda crocante) acompanhada por arroz cateto integral e farofa de banana do Maniva, em Higienópolis

A cada dia há uma sugestão: segundas, lasanha de abobrinha ao molho branco de leite de castanha (R$ 32); terças, frango orgânico salteado na work com shoyu, legumes e arroz cateto (R$ 35); quartas, feijoada vegana (R$ 28); quintas, penne à carbonara vegano (R$ 31); sextas, picadinho de carne sustentável com arroz cateto, farofa e ovo (R$ 35).

Coxinha vegana do Maniva: massa de abóbora e grão bico com recheio de cogumelos, é empanada no amaranto e assada

Acompanhe a refeição com kombucha ou, meu preferido, switchel Kiro, bebida potente e refrescante preparada com água, muito gengibre, mel e vinagre de maçã.

Brownie da Leveda Pão à venda no Maniva: delicioso, leve e pouco doce

Para levar pra casa (as geladeiras são abastecidas diariamente com quiches, tortas, pasteis de forno, etc), pedir pelo site ou comer ali no meio da tarde, há coxinha assada de frango orgânico e massa de batata doce. A versão vegana leva massa de abóbora e grão de bico e é recheada com cogumelos.

O pequeno Maniva, em Higienópollis

Na área dos doces – todos com pouco açúcar e fartos em castanhas, cacau e frutas-, pudim de chia (que gosto bastante), torta raw de amêndoas e chocolate e um brownie estupendo da Leveda Pão. Com levain no lugar da farinha de trigo, é leve e muito cremoso.

Uma ótima opção de almoço em Higienópolis. Não abre no jantar.

Maniva Alimentação Consciente Endereço Rua São Vicente de Paulo, 603, Higienópolis . São Paulo Preço $$$$$ Telefone 11 2594-6924 Site http://www.manivastore.com.br/ Facebook https://www.facebook.com/manivastore/?ref=br_rs