8 de dezembro de 2016
Couvert do novo Hospedaria, cujo menu se inspira na comida dos imigrantes italianos em São Paulo: molho de tomate e focaccia, pra chuchar

Couvert do novo Hospedaria, cujo menu se inspira na comida dos imigrantes italianos em São Paulo: molho de tomate e focaccia, pra chuchar

“Molho de tomate e focaccia finalizada no forno a lenha, para chuchar”, disse a garçonete, ao colocar na minha frente uma panela antiga e uma aromática-fumegante fatia de pão.  Adorei ouvir ‘chuchar’. Nutro amor por essa palavra, talvez por que tenha crescido numa família de imigrantes italianos que sempre chuchava o pão no molho que sobrava no prato. O melhor molho.

Pão de torresmo: petisco do novo Hospedaria, na Mooca

Pão de torresmo: petisco do novo Hospedaria, na Mooca

O novo Hospedaria, na Mooca, pretende exatamente isso: servir comida dos imigrantes italianos em São Paulo.
Risoto com arroz brasileiro (ou você acha que eles encontravam arbório por aqui?!).
Frango a passarinho.
Maltagliati.
Pão de torresmo.
E couvert com chuchação livre.
Ambiente do Hospedaria, na Mooca

Ambiente do Hospedaria, na Mooca

Criado pelo chef-proprietário da Pizza da Moóca, Fellipe Zanuto, o Hospedaria se localiza exatamente em frente a tradicionalíssima DiCunto e faz parte do esforço de alguns jovens – como o próprio Felipe e o pessoal do bar Cateto – em revitalizar o bairro.

Excelente linguiça da casa com pão de milho, geleia de cebola e picles de pepino. Do Hospedaria, em São Paulo

Excelente linguiça da casa com pão de milho, geleia de cebola e picles de pepino. Do Hospedaria, em São Paulo

Instalado em um galpão de pé direito altíssimo e decoração industrial, o restaurante foca em receitas de memória afetiva do chef, neto de imigrantes italianos, e tem no forno a lenha um belo aliado na finalização de pratos, caso do maltagliati de gostosa mordida, feito na casa, banhado com bom bolonhesa e queijo meia cura gratinado (R$ 38). A proporção de carne (bovina e suína) no molho é pequena e isso me deixou contente: quando falamos de comida de imigrante, falamos também do uso comedido de ingredientes caros, caso da carne, e fartura de baratos, como o tomate. Pena que o excesso de queijo acabou tornando o prato salgado; mas nada que um ajuste não resolva rapidamente.

Risoto do Imigrante: arroz agulhinha, pedaços bem suculentos de frango, carne de porco, legumes orgânicos da estação, ovo melo e queijo meia cura derretido

Risoto do Imigrante: arroz agulhinha, pedaços bem suculentos de frango, carne de porco, legumes orgânicos da estação, ovo melo e queijo meia cura derretido

Prato já emblemático do Hospedaria, o risoto de imigrante é preparado com arroz agulhinha, pedaços suculentos de frango, carne de porco, legumes orgânicos da estação, ovo de gema mole e queijo meia cura derretido (R$ 42). Não só o tempero dá vontade de continuar comendo até acabar o último grão de arroz – e olha que o prato é bem grande -, como também o ponto dos vegetais é impecável, mantendo sua crocância e vida.

Outra opção de principal é o Porco do imigrante, que traz barriga de porco cozida em baixa temperatura, abóbora na lenha e conserva de beterraba e folhas (R$ 44). Não sou nem um pouco entusiasta do cozimento a vácuo – penso que o fogo sempre traz sabores e texturas mais interessantes – e confesso a minha confusão pela escolha dessa técnica em vários pratos do menu, especialmente se tratando de uma cozinha tão rústica…

Maltagliati com bolonesa de carne e porco e queijo meia cura, finalizado no forno a lenha: prato do Hospedaria, na Mooca

Maltagliati com bolonesa de carne e porco e queijo meia cura, finalizado no forno a lenha: prato do Hospedaria, na Mooca

Não deixe de pedir, de entrada, a suculenta linguiça artesanal (também vai pro vácuo antes de ir pra brasa…) servida com pão de milho, geleia de cebola, picles de pepino e mostarda fermentada (R$28). Monte mini sanduíches com um pouco de cada preparo e unir todos os sabores na mesma mordida. Da próxima vez pedirei a porção de frango a passarinho com maionese de missô e wasabi (R$ 34), que parece homenagear também a imigração japonesa.

Para quem gosta de boas cervejas, boa notícia: ali é possível tomar chope da cervejaria Urbana por R$ 14. Quem prefere destilados, há drinques focados em bebidas italianas – amaro, grapa, campari, etc – e cachaça, caso do Lamérica, que leva cachaça envelhecida, amaro, vermute seco, angostura e cereja (R$ 25).

Bolo de fubá com goiabada cremosa e espuma de goiaba

Bolo de fubá com goiabada cremosa e espuma de goiaba

As sobremesas não me empolgaram: bolo gelado de coco (R$ 8), mouse de chocolate (R$ 24), Bolo de fubá, goiabada cremosa e espuma de goiaba (R$ 18) e doces caseiros. Senti falta do aromático e geladinho Sugoli da minha avó e do meu amado sagu ao vinho, confesso.

As opções do menu – é bom avisar- podem mudar com frequência, ainda mais nesta fase inicial.

Hospedaria Endereço Rua Borges Figueiredo, 82, Mooca. São Paulo Preço $$$$$ Telefone 2291.5629 Site https://www.instagram.com/hospedariasp/