27 de junho de 2017

Paçoca de carne de sol, baião de dois, tartar de banana e queijo coalho do Fitó: R$ 27

Clima duro, ingredientes limitados, poucas verduras e legumes, muita proteína animal e raízes para garantir a força para enfrentar o dia: a comida do árido e semiárido nordestinos é forte, calórica. Mas no novo Fitó – casa dedicada a receitas de família do Piauí -, a cozinheira e sócia, Cafira Foz, conseguiu imprimir grande sutileza a pratos geralmente potentes como paçoca de carne de sol que, em sua versão, leva manteiga de garrafa apenas para dar umidade e liga entre os finos fios de carne e a boa farinha de mandioca. É acompanhada por delicado baião de dois, tartar de banana, queijo coalho grelhado e cubinhos de tomate que emprestam frescor. O preço é tão bom quanto a comida servida: R$ 29.

Ambiente do Fitó: claro, espaçoso, moderno e agradável

Ao lado do Mercado de Pinheiros (Mocotó, Napoli Centrale, Comedoria Gonzales), Pitico, MicaMaria Farinha, entre outros, o Fitó vem reforçar as boas opções gastronômicas da região do Largo da Batata. Assim como em seus vizinhos, no Fitó come-se bem e paga-se pouco, especialmente quando se compara a outras regiões da cidade.

Bolinhos de costela de porco com geleia de pimenta do Fitó

O menu conciso conta com seis pratos fixos – entre eles, o suculento Assado de coxa e sobrecoxa de frango caipira marinadas no tucupi preto, redução de cajá, couve refogada e batata doce no forno (R$ 25) e a Peixada no caldo com camarão, pimentão, tomate, leite de coco feito na casa e dendê, escoltada por arroz, farofa e abacaxi (R$ 45) – e algumas entradinhas. Vale pedir os bolinhos de costela de porco (R$ 12, 6 unidades), fartos em carnes e de fritura sequinha.

Rústico, bem feito e saboroso: frango caipira assado com tucupi preto, salada e batata doce no forno

Para cada dia da semana há sugestões fixas de pratos. Segundas, Maria Isabel (arroz com carne de sol, mandioca cozida e vinagrete de tomate, R$ 25); terças, Carne de panela (R$25); quartas, costela de porco com legumes (R$ 25); quintas, frango ao leite de coco e arroz com quiabo (R$ 25); sextas, tambaqui empanado na tapioca com vinagrete de feijão fradinho (R$ 25); sábados, pernil de cordeiro cozido no leite de coco, cuscuz de milho e legumes (R$ 39).

Às segundas, no Fitó, o prato do dia é Maria Isabel (arroz com carne de sol, mandioca cozida e vinagrete de tomate, R$ 25

O mesmo cuidado empregado na cozinha nota-se no bar. Neles são preparados não só drinques como também sodas e refrescos artesanais, a exemplo do Sossega Lampião (maracujá, mel de camomila e água com gás) e da gengibirra (fermentado de gengibre com limão). Os coquetéis mantém a alma nordestina, usando ingredientes emblemáticos como a cajuína, que entra na composição do Cajuína Sour ao lado de cachaça, limão e aquafaba, um derivado viscoso do cozimento do grão de bico que faz as vezes da clara (R$ 23). O caju, transformado em bebida fermentada e misturado a Jack Daniels, espuma de gengibre e raspas de amburana (R$ 23) compõe o Cabeça de Cuia.

Flan de coco do Fitó: uma joia

De sobremesa, peça o Flan de Coco (R$ 6).: crocante embaixo, cremoso em cima, pouco doce. Dá um afago na alma. Há também Bolo de chocolate belga (por que não chocolate brasileiro, já que temos ótimas opções?!) com calda de cupuaçu (R$ 16).

Fitó Endereço Rua Cardeal Arcoverde, 2773, Pinheiros. São Paulo Preço $$$$$ Telefone 3032-0963 Site http://www.fitocozinha.com.br Facebook https:/www.facebook.com/fitocozinha/