4 de novembro de 2016
Do novo menu do Attimo: Tortelli de costelinha de porco, radicchio, feijão e erva doce, servido ao próprio molho (R$ 67)

Do novo menu do Attimo: Tortelli de costelinha de porco, radicchio, feijão e erva doce, servido ao próprio molho (R$ 67)

A inauguração do Attimo, no final de 2012, foi um sopro de ar fresco na gastronomia italiana de São Paulo: o chef Jefferson Rueda, então no comando da casa, uniu a tradição culinária do país ao seu louvável acento autoral, dando luz a autodenominada cozinha ‘ítalo-caipira’. Criatividade, frescor, impacto e qualidade impecável.

Com sua saída, em 2015 (para criar  A Casa do Porco, menos atrelado a rigidez do serviço e modelo de um restaurante de luxo), o menu do local já deu uma guinada de volta à Europa. Sob a chefia de Francisco Pinheiro, as coisas se tornaram mais… padrão.

Gorgonzola Dolce com mostarda Di Cremona (R$ 35) no novo menu do Attimo

Gorgonzola Dolce com mostarda Di Cremona (R$ 35) no novo menu do Attimo

Mas é agora, com a chegada do chef Paulo Kotzent, que o Attimo se rendeu totalmente aos clássicos. Já não é de hoje que gosto bastante do trabalho de Paulo – ele já foi chef do extinto Santovino, do Piselli e da Bráz Trattoria -, e até por isso foi impossível não notar que ali, ainda, ele não está em seu melhor. Parece preso ao peso soterrador dos tais clássicos, sem leveza.

Spaghetti ao vôngole, pimenta calabresa e Bottarga do novo menu do Attimo

Spaghetti ao vôngole, pimenta calabresa e Bottarga do novo menu do Attimo

O cardápio perdeu personalidade e tornou-se genérico, com a presença de tudo o que se vê em todos os italianos no mesmo nível: Carpaccio (R$ 42), Cotoleta de porco à milanesa com rúcula e tomates confitados (R$ 69), Salada Caprese (R$ 38), massa fresca com recheio de queijo de cabra ao molho de tomate (R$ 69), Agnolotti dal Plin (R$ 64), nhoque de batata com ragu de ossobuco e tutano (R$ 59) …

Carbonara do novo menu do Attimo, com o chef Paulo Kotzent na chefia da cozinha: salgado demais

Carbonara do novo menu do Attimo, com o chef Paulo Kotzent na chefia da cozinha: salgado demais

O que se espera, nesses casos, é execução impecável. Infelizmente não foi isso o que aconteceu, especialmente com o Spaghetti alla carbonara (R$ 69). O creme – resultado da mistura da água do cozimento com queijo e gema – veio talhado e salgado demais. Esta última característica fruto da mistura de quantidades errôneas de pecorino e grana padano, somada a presença da pancetta curada.

O couvert também deixou a desejar: por R$ 16/por pessoa são servidos três tipos de pães em fatias, grissinis, manteiga e tomatinhos confitados. Só.

Torta Caprese do Attimo: Chocolate 70% cacau e farinha de amêndoas servido com creme batido (R$ 28)

Torta Caprese do Attimo: Chocolate 70% cacau e farinha de amêndoas servido com creme batido (R$ 28)

Houve, contudo, pontos altos. Os Tortelli de costelinha de porco com radicchio, feijão e erva doce (R$ 67) estavam perfeitamente cozidos e seu recheio e molhos, deliciosos. Acerto também no Linguine com vôngole cozido no vinho branco (R$73), com a picância salivante da pimenta calabresa e bottarga ralada, acentuando o sabor do mar.

Bonet com calda de Marsala: ótimo sobremesa do Attimo

Bonet com calda de Marsala: ótimo sobremesa do Attimo

Algumas sobremesas chegam a custar 30 reais. Contudo, o prazer que me dá comer o Bonet vale as três dezenas de dinheiros. O cremoso pudim de chocolate com café e base de biscoitos de amêndoas cede ao menor toque da colher e ganha ainda mais sedosidade ao ser misturado com o creme frio de vinho Marsala.

Hoje, o Attimo é um bom italiano – como tantos e tantos outros.

Attimo Endereço Diego Jácome, 341, Vila Nova Conceição . São Paulo Preço $$$$$ Telefone 5054-9999 Site http://attimorestaurante.com.br/ Facebook https://www.facebook.com/pg/AttimoRestaurante/