22 de julho de 2014
Quesadilla de Temporada, recheada com queijo derretido e cogumelos refogados com cebola, alho, mastruz e chili

Quesadilla de Temporada, recheada com queijo derretido e cogumelos refogados com cebola, alho, mastruz e chile

Brasileiro não conhece comida mexicana de verdade. Só comecei a ter noção disso ao participar de degustações no Obá. Hugo Antares, o proprietário (mexicano), faz diversos festivais por ano – sempre com chefs convidados, muitos de seus país de origem – e apresenta o menu inteiro para a equipe, explicando a história do prato e fazendo questão de que todos degustem tudo (nunca vi um restaurante preparar tão bem seu staff).

Como jamais estive no México, realmente aprecio aprender direto na fonte e com quem sabe o que diz. Pouca coisa é mais ridícula do que bancar o food expert sem nunca ter visitado o país, nunca ter provado a receita em seu original – é como dissertar sobre arte sem jamais ter pisado num museu.

A deliciosa porção de Frijole refritos (feijão preto ao estilo mexicano com queijo e totopos, tortillas triangulares de milho, R$ 6)

A deliciosa porção de Frijole refritos (feijão preto ao estilo mexicano com queijo e totopos, tortillas triangulares de milho, R$ 6)

Nestas ocasiões notei a riqueza dos molhos, a delicadeza das salsas, o trabalho envolvidos na preparação dos moles. Nada de queijo cremoso medonho, burritos gigantes recheados com toneladas de carne suspeitas. Nada de Tex-Mex, o que serve a IMENSA maioria dos restaurantes paulistanos. Aliás, falar em comida mexicana como sendo uma unidade é tão errado quanto rotular da mesma forma a comida brasileira: em países tão grandes, cada região possui ingredientes, receitas  e modos de preparo distintos.

Entretando, assim como aqui, algumas especialidades estão presentes no país todo, especialmente no tocante a refeições rápidas, comidas de rua. E é disso que se trata o novo empreendimento de Hugo, a Taquería La Sabrosa, na Rua Augusta.

Tostada de ceviche colimeño: a crocância da base mescla-se ao caldo fresco do ceviche preparado com peixe cortado em pedaços minúsculos, cenoura, tomate, chili e uma pitada de azeitona

Tostada de ceviche colimeño: a crocância da base mescla-se ao caldo fresco do ceviche preparado com peixe cortado em pedaços minúsculos, cenoura, tomate, chile e uma pitada de azeitona

Com cardápio da cozinheira mexicana Lourdes Hernández, a La Sabrosa é um espaço para se deleitar com tacos, quesadillas, tostadas. Para comer usando as mãos e, sim, se babar um pouco – faz parte da experiência. Para aproveitar as receitas clássicas preparadas na hora, com ingredientes de qualidade. E dá para sair feliz de lá gastando pouco mais de R$ 30.
Tacos de carnitas, meus favoritos, são recheados com carne de porco, cebola, coentro, limão, guacamole e salsa verde

Tacos de carnitas, meus favoritos, são recheados com carne de porco, cebola, coentro, limão, guacamole e salsa verde

Comece com uma Margarita Frozen (R$ 12) e uma porção, como a de Guacamole (R$ 8), a de Pico de Gallo (salsa mexicana com tomate, cebola, chile, coentro e limão, R$ 7) ou a minha favorita, Frijole refritos (pasta de feijão preto, ao estilo mexicano, com queijo e totopos, tortillas triangulares de milho, R$ 6).

Tacos adobado (carne de porco ao chili e abaxaci, coentro, limão e salsa taquera)

Tacos adobado (carne de porco ao chile e abacaxi, coentro, limão e salsa taquera)

Um dos fortes da casa, óbvio, são as duplas de tacos, feitos com macias tortillas de milho, como o Adobado (carne de porco ao chile e abacaxi, coentro, limão e salsa taquera, R$ 15) e o Pescado del Golfo (frijoles, peixe, tomate, alcaparras e azeitonas, R$ 18). Os Tacos de Carnitas, meus favoritos, são recheados com carne de porco, cebola, coentro, limão, guacamole e salsa verde (R$ 16).

Fachada da nova Taquería La Sabrosa

Fachada da nova Taquería La Sabrosa

A área dos “douradinhos e crocantes” inclui tostadas, quesadillas e uma sugestão de chimichanga (burrito frito). Não perca a tostada de ceviche colimeño: a crocância da base mescla-se ao caldo fresco do ceviche preparado com peixe cortado em pedaços minúsculos, cenoura, tomate, chile e uma pitada de azeitona (R$ 14). Outra que me ganhou foi a quesadilla de Temporada, recheada com queijo derretido e cogumelos refogados com cebola, alho, mastruz e chile (R$ 14), umas das opções vegetarianas ao lado da Quesadilla tradicional (queijo, pico de gallo e guacamole, R$ 9).

Finalmente São Paulo ganha um local dedicado, de verdade, à comida mexicana – e piora minha vontade de conhecer o México.

Taquería La Sabrosa: Rua Augusta, 1.474, Bela Vista, 2924-6989